quinta-feira, 10 de outubro de 2019

CONHECENDO A VONTADE DE DEUS ATRAVÉS DA BÍBLIA (Parte 02)

Quando alguém se propõe a “fazer a vontade de DEUS”,  só pode ter sucesso nesse empreendimento, se orientar suas ações totalmente fundamentado sobre os princípios e verdades explícitos (e implícitos) nas páginas da Bíblia Sagrada, isso para não incorrer num erro de interpretação de terceiros. Além dessa premissa – obedecer aos princípios bíblicos – é necessário, também, a orientação e direção do ESPÍRITO SANTO. Isto se faz necessário porque, por maior que sejam as “boas intenções” e “boa vontade” de quem vai para as páginas da Bíblia Sagrada, se não repousar sobre esse indivíduo o ESPÍRITO SANTO, muito provavelmente essa pessoa irá olhar a Bíblia Sagrada como um livro comum, antiquado, onde há registros históricos, romance, poesia, e uma série de outros gêneros textuais, porém sua leitura não terá, sobre sua vida, qualquer resultado positivo, ou mesmo sobrenatural; mas tão somente um “conhecimento a mais” sobre as Escrituras.

Somente aquele que vai até as Escrituras com um coração já conquistado pelo Espírito Santo, encontrará na Bíblia muito mais que letras – encontrará o poder regenerador da Palavra de DEUS, e será transformado em uma outra pessoa, sendo, então, capacitado a fazer a vontade de DEUS.

A partir da experiência da ação do Espírito Santo, a pessoa pode, então, começar a trilhar o caminho da vontade de DEUS.

Vamos, portanto, olhar para dentro desse tesouro que é a Palavra Escrita de DEUS (Bíblia Sagrada), e colher algumas pérolas onde DEUS, o CRIADOR DO UNIVERSO, descortina diante de nossos olhos, a Sua vontade em relação ao homem que criou.

Como não poderia deixar de ser, voltemos nossos olhos para o princípio da criação de DEUS, e já vamos vislumbrar a vontade de JEOVÁ (YHAVÉ) para o homem:


A Vontade de DEUS em Gênesis

Gênesis é o livro dos princípios… Ali podemos perceber a vontade de DEUS quanto ao ser humano. Embora inicialmente um tanto “velada”, à medida que vamos adentrando nas Escrituras, essa vontade vai se tornando cada vez mais clara, a ponto de ser totalmente exposta e explícita.

E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo réptil que se move sobre a terra
(Gênesis 1:26)

Ao fazer o homem à Sua imagem e conforme a Sua semelhança, DEUS está nos dando aqui uma ideia de Sua vontade. Para compreendermos melhor, cabe aqui fazer uma analogia do homem com uma luva… Esta, é a imagem e semelhança da mão, porém, vazia, não tem utilidade alguma, pois a luva foi feita com o propósito de ser preenchida com a mão humana. A luva sozinha, não faz coisa alguma. Quando, porém, a luva está preenchida com uma mão, pode fazer tudo o que a mão faz.
O mesmo ocorre com o homem. O homem foi feito à imagem e semelhança de DEUS a fim de que seja preenchido com o próprio DEUS. Sozinho, o homem é incapaz de fazer o bem, isso fica patente desde a infância do homem. Este precisa ser “ensinado” a fazer o bem, porque o mal faz parte de sua consistência, de seu caráter desde o nascimento. DEUS projetou o homem para que seja um “vaso” dentro do qual o próprio DEUS quer habitar (João 14:23; 1 Coríntios 3:16; Hebreus 3:6).

Resultado de imagem para tabernáculo de moisésLá em Êxodo, quando DEUS mandou o povo construir um tabernáculo, um “santuário”, DEUS lhes disse para que serviria o tabernáculo:
“E me farão um santuário, e habitarei no meio deles”
(Êxodo 25:8).

DEUS deseja habitar com o homem. Esta verdade e esta vontade estão explícitas nas Escrituras. Inicialmente, por meio de figuras, DEUS mostrou isso inicialmente a Israel, ordenando-lhes que LHE construíssem um tabernáculo (santuário móvel) e posteriormente o templo em Jerusalém, que, de acordo com o Salmo 122:1 era tido como sendo “a casa do SENHOR”.

Conclusão: Podemos concluir, portanto, que a vontade do SENHOR, do CRIADOR do Universo, é habitar dentro do homem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostaria de saber sua opinião a respeito deste blog.
Por gentileza deixe aqui seus comentários.