quarta-feira, 9 de outubro de 2019

OS RUDIMENTOS DA FÉ CRISTÃ

Resultado de imagem para rudimentos da doutrina de cristoNo livro de Hebreus, capítulo 6 e versículo 1, o Espírito Santo nos aconselha a que deixemos (abandonemos, no sentido de avançar)  os “rudimentos da doutrina de CRISTO”, e avancemos para a perfeição.

       Acontece, entretanto, que uma grande maioria dos cristãos nem sequer conhece quais sãos os “princípios elementares” (rudimentos) da doutrina de CRISTO, ou como preferir, da sã doutrina, que são as doutrinas ou ensinamentos básicos das Escrituras Sagradas, e que encontram-se mencionadas nos versículos 1 a 3 do capítulo 6 de Hebreus.

       É possível, nesses versículos, identificar sete (7) rudimentos ou doutrinas básicas e elementares intrínsecas ao Evangelho de JESUS CRISTO:

  1. O Fundamento
  2. O Arrependimento de Obras Mortas
  3. A Fé em DEUS
  4. A Doutrina dos Batismos (a Bíblia menciona 11 batismos);
  5. A Imposição das mãos
  6. A Ressurreição dos mortos
  7. O Juízo Eterno

       Você conhece cada um desses rudimentos?

       Neste, e nos próximos artigos, procurarei expor aqui quais são esses Rudimentos da Doutrina de CRISTO, e convido você a conhecê-los.

       Para começar, vamos refletir um pouquinho… Quando se pretende construir um edifício, qual é uma parte extremamente necessária na construção de um edifício… o fundamento. É o fundamento do edifício que lhe dá estabilidade e segurança. Não é de estranhar, portanto, que o primeiro dos rudimentos da doutrina de CRISTO que iremos estudar é “O Fundamento”.

O Fundamento

Em 1 CO. 3:11 a Palavra de DEUS afirma que “ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é JESUS CRISTO”. Em outras palavras, DEUS está nos afirmando em Sua Palavra que JESUS CRISTO É o único fundamento que ELE aceita. Podemos dizer, portanto, que o fundamento da fé cristão não é uma filosofia, ou um conjunto de regras e normas, mas pelo contrário, o fundamento da fé cristã é uma Pessoa: JESUS CRISTO!

Diferentemente de todas as religiões ocidentais e orientais, onde basta que os prosélitos sigam um conjunto de normas, ou o líder e fundador da seita ou religião escolhida para receber o título daquele “grupo religioso”, um indivíduo só é um verdadeiro “cristão” ou uma verdadeira “cristã” se tem uma comunhão íntima com o CRISTO VIVO.

Isso mesmo, em se tratando de JESUS CRISTO, aquele que quiser ser um discípulo (um seguidor, um aluno) dELE, deve relacionar-se com ELE. Não basta “ler sobre JESUS”, nem “ouvir falar dELE”. Não basta acumular ideias ou conceitos a respeito de JESUS CRISTO para tornar-se cristão… Não! O autêntico cristão é aquele que tem tamanha intimidade e relacionamento com o CRISTO, que suas ações e até mesmo sua própria vida começa a expressar a vida do próprio CRISTO. E não se trata de uma imitação de JESUS, mas de uma expressão da vida de CRISTO que está genuinamente dentro do cristão – Gálatas 2:20.

A Igreja é comparada a um “edifício” no próprio livro de 1 Coríntios… Em 1 Pedro e em 1 Timóteo, a Igreja é a “casa de DEUS”… No sentido de “construção”, onde cada cristão é uma “pedra viva”…

Portanto, o fundamento da Casa de DEUS é o próprio JESUS CRISTO.

Não se trata de um líder, ou de uma doutrina, mas do próprio CRISTO!

continua…

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostaria de saber sua opinião a respeito deste blog.
Por gentileza deixe aqui seus comentários.